Abelardo Luz | 22.05.2019 | 11h02 Justiça

Dupla é condenada por matar, amputar seios e mãos e jogar corpo de jovem em rio em Abelardo Luz

A dupla acusada de matar a jovem Aline Corrêa, de 25 anos, foi condenada a mais de 15 anos de prisão em um júri popular realizado no último final de semana em Abelardo Luz. O corpo da vítima foi encontrado no dia 29 de abril de 2018 , no Rio Chapecó, com os seios e mãos amputados. A dupla foi presa dias depois.

Foram mais de 12 horas de julgamento. Vanderlei Machado Menegais foi condenado a 15 anos, seis meses e 24 dias de prisão. Valdecir Pinheiro de Souza recebeu a sentença de 15 anos, mas cumprirá 13 anos, 11 meses e 16 dias por estar detido desde a prisão temporária, ocorrida em 4 de maio de 2018. As duas condenações são para o regime fechado. Ambos tiveram negado o direito de recorrer em liberdade.

O crime

Segundo os autos do processo, Aline foi atacada na madrugada do dia 26 de abril de 2018. Vanderlei, de 40 anos, e Valdecir, de 26, foram acusados de torturar, matar e jogar o corpo da jovem no Rio Chapecó. Ela foi encontrada três dias depois. Os acusados utilizaram faca, canivete, facão e foice para cometer o crime. Até hoje o motivo não foi esclarecido.

No dia sete de maio do ano passado, os acusados foram presos em Palmas (PR) e Abelardo Luz. Na última sexta-feira, dia 17, pouco mais de um ano após o crime, o julgamento foi realizado em Abelardo Luz.

O júri contou com o apoio da Casa Militar e do Núcleo de Inteligência e Segurança (NIS), ambos do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), para reforçar a segurança. O acesso ao Fórum e à via pública nas proximidades ficou restrito.

Fonte: OESTE MAIS