Imbituba | 13.03.2018 | 20h09 Polícia

Detido pela PM, condenado a 11 anos de prisão acaba solto por falta de vagas em presídio em SC

Um jovem de 24 anos condenado a 11 anos de prisão em regime fechado pela Justiça do Rio Grande Sul foi preso em Santa Catarina, mas acabou liberado por falta de vagas no sistema prisional. O caso ocorreu no domingo (11), em Imbituba, no Sul catarinense.

O condenado foi preso pela Polícia Militar durante uma ronda e tinha mandado de prisão em aberto. A Unidade Prisional Avançada (UPA) de Imbituba está interditada, conforme o Departamento de Administração Prisional (Deap). O limite imposto pela Justiça ao prédio é de 120 presos, mas a capacidade é de 140 detentos.

E, como também não havia mais espaço nas celas da delegacia do município, o jovem foi liberado. Em nota, a PM disse que o assunto está com o Comando Geral da Corporação "junto às demais instituições impactadas para, em conjunto, buscar a melhor solução para situações semelhantes".

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) diz que vê o caso com indignação, de acordo com o promotor de Justiça Victor Abras Siqueira. Para ele, a soltura causa sensação de impunidade. Disse também que a instituição estuda medidas cabíveis para tomar diante do ocorrido.

Em nota, a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania e o Deap informam que "uma determinação judicial impede que a UPA de Imbituba receba novos presos além da lotação autorizada judicialmente, razão pela qual não é possível cumprir ordem de prisão e descumprir a ordem de interdição sob pena da Secretaria da Justiça e Cidadania ser responsabilizada".

Fonte: G1