Chapecó | 10.01.2018 | 13h27 Geral

Defesa Civil de SC emite alerta para riscos de alagamentos e deslizamentos

A Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina emitiu nesta quarta-feira (10) alerta para possibilidade de alagamentos, inundações e deslizamentos. O risco maior é nas cidades litorâneas e próximas ao litoral.

A previsão do tempo aponta para chuva persistente até sexta-feira (12), especialmente entre Florianópolis e Laguna. Já chove forte desde terça-feira. A principal recomendação de precaução é que as pessoas evitem contato com a água em locais inundados.

Estragos
Conforme a Defesa Civil, até a manhã desta quarta, apenas Imbituba havia registrado problemas por causa da chuva. Na tarde de terça (9), uma casa teve a garagem e muro destruídos por uma cratera que se abriu após a rede de drenagem não resistir. Outra casa tem teve problemas noe acesso.

Já em Florianópolis, na manhã desta quarta, havia pontos de alagamentos em vias públicas no Campeche, Ingleses e Rio Vermelho, segundo a Defesa Civil municipal.

A prefeitura precisou limpar a marginal da SC-403, no Norte da Ilha, para diminuir o acúmulo de água na pista.

Na terça, a SC-405, no Sul da Ilha, ficou alagada e o trânsito muito complicado na rodovia. Moradores precisaram passar por dentro da água. Motociclistas precisavam trafegar com as pernas erguidas para tentar evitar contato com a água suja.

Aviso meteorológico
A Epagri/Ciram emitiu aviso meteorológico alertando para chuva persistente entre às 12h desta quarta e 23h de sexta-feira (12) no litoral, principalmente de Florianópolis a Laguna.

“Chuva persistente, em alguns momentos de intensidade moderada, podendo acumular, no período indicado, de 80 a 120mm. Nas últimas 24 horas já choveu em torno de 70mm”, diz o aviso da Epagri.

Recomendações
A Defesa Civil estadual recomenda que os moradores evitem contato com água e dirigir em locais alagados. É recomendável ainda não transitar em pontes submersas e ter cuidado redobrado com crianças próximo a rios e ribeirões.

A Defesa Civil municipal ou os bombeiros devem ser acionados caso seja notado qualquer movimentação de terra ou de rochas, inclinação de poste e rachaduras em muros e paredes. O contato da Defesa civil é pelo 199 e dos bombeiros pelo 193.

Volume da chuva
Ainda conforme a Defesa Civil estadual, os dados registrados às 10h45 apontam que os maiores volumes acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram nas seguintes cidades:

Florianópolis - no bairro Areias Campeche - 104mm e em Coqueiros - 82mm
Palhoça - no bairro Praia de Fora - 93mm e na Pinheira - 74mm
Imbituba - no Centro - 88mm
Garopaba - no bairro Areias de Palhocinha - 66mm
Biguaçu - na Cidade Universitaria - 57mm
Gov Celso Ramos - 54mm
São José - no bairro Forquilhinhas - 52mm

Fonte: G1