Chapecó | 18.09.2017 | 10h12 Esportes

Chapecoense vence na Arena, sai do Z-4 e deixa Grêmio mais longe do Corinthians

Gol do atacante Arthur Caíke aos 37 segundos da etapa final dá fôlego ao time catarinense na tabela; gaúchos ainda veem Corinthians ampliar diferença na liderança

A torcida não atendeu o pedido do técnico Renato Gaúcho, foi em pouco número na Arena na tarde deste domingo, e o Grêmio perdeu por 1 a 0 para a Chapecoense pela 24ª rodada da Série A. De quebra, a vitória do Corinthians sobre o Vasco aumenta a distância entre líder e vice para 10 pontos. O Tricolor permanece com 43. Já a Chape celebra muito a vitória fora de casa, com salto na tabela e fuga da zona de rebaixamento. Deixou a 18ª colocação para a 14ª, com 28.

Pelo Brasileirão, as duas equipes voltam a campo no próximo domingo. A Chapecoense recebe a Ponte Preta, às 16h, na Arena Condá, e o Grêmio vai a Salvador enfrentar o Bahia, às 19h. Antes, porém, há mata-matas na quarta-feira. O Tricolor duela com o Botafogo às 21h45, na Arena, pelas quartas de final da Libertadores. Já a Chape vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo, às 19h15, pelas oitavas da Sul-Americana.

De olho no segundo jogo das quartas de final da Libertadores contra o Botafogo na próxima quarta-feira, Renato Gaúcho poupou os titulares Kannemann e Barrios, enquanto Edílson ficou fora por apresentar problema físico. Luan e Geromel seguem em processo de recuperação de lesões musculares. As novidades foram Rafael Thyere, Everton e Jael. Do outro lado, Emerson Cris só trocou Túlio de Melo por Arthur Caíke no ataque, também à espera da decisão nas oitavas de final da Sul-Americana, diante do Flamengo.

O primeiro chute de perigo veio com Fernandinho, aos três minutos, que passou raspando a trave esquerda de Jandrei. Aos 11, Arthur fez belo lançamento para Ramiro dominar livre na entrada da área, mas arrematar mal com a perna esquerda. Aos poucos, o duelo perdeu intensidade, com a Chape fechada em frente à área e o Grêmio em busca da infiltração. Em cruzamento de Léo Moura, Jael cabeceou para a defesa sem muita dificuldade de Jandrei aos 27.

Aos 39, Everton arriscou de longe. O goleiro do time catarinense segurou mais uma. A Chapecoense acordou na reta final do primeiro tempo. Aos 42, Reinaldo cobrou lateral direto na área, a defesa gremista deixou Wellington Paulista sozinho para cabecear, mas Marcelo Grohe salvou. O mesmo Wellington Paulista tentou um gol de placa ao chutar do meio-campo aos 44. Mais uma vez, Grohe conseguiu espalmar.

E no primeiro lance da segunda etapa a Chapecoense abriu o placar. Aos 37 segundos, Arthur Caíke recebeu na esquerda com liberdade, puxou para o meio e bateu cruzado. A bola desviou em Rafael Thyere e morreu no canto esquerdo de Grohe. Aos cinco, Fernandinho respondeu com mais uma bomba de fora da área que assustou Jandrei. Aos 15, Wellington Paulista arriscou de longe de novo, porém, sobre o gol.

Insatisfeito com rendimento da equipe, Renato fez duas trocas ao mesmo tempo. Saíram Ramiro e Everton, entraram o jovem Patrick e o equatoriano Arroyo. Mais tarde, foi a vez de Jael dar lugar a Barrios. Enquanto isso, o Corinthians fazia 1 a 0 no Vasco e abria novamente 10 pontos do Grêmio na liderança do campeonato. Aos 39, Fernandinho distribuiu três chapéus em três adversários e sofreu a falta na entrada da área. Ele mesmo cobrou na barreira. E os donos da casa não conseguiram encontrar mais forças.

Fonte: GLOBO ESPORTE