Concórdia | 25.01.2020 | 20h53 Esportes

Chapecoense sai perdendo, mas arranca empate com o Concórdia pelo Catarinense

Após empatar sem gols na estreia, a equipe da Chapecoense voltou a campo neste sábado (25), pela segunda rodada do Campeonato Catarinense, diante do Concórdia. Com ambos tentando a primeira vitória na competição, o confronto acabou terminando com o empate por 1 a 1, no estádio Domingos Machado de Lima.

Sendo assim, os comandados de Hemerson Maria e Celso Rodrigues somaram um ponto cada, mantendo o Verdão em 4º lugar, enquanto o Galo segue perto da zona de rebaixamento, em 8º.

Nos primeiros 10 minutos de jogo, a equipe da Chape, mesmo longe de seus domínios, partiu pra cima dos donos da casa. Em algumas chances criadas, Alan Ruschel era bastante acionado na lateral, porém Ari Moura, Anselmo Ramon e Aylon não conseguiam finalizar com precisão contra o gol de Eder.

Na sequência, os comandados de Hemerson Maria ainda pressionavam o time do Concórdia. O Galo, por sua vez, não conseguia ficar muito com a posse de bola, entretanto, em algumas chegadas em seu campo de ataque, tentava assustar o goleiro João Ricardo, isso até meados dos 20 minutos.

Após a parada técnica para os jogadores tomarem uma água, o confronto parecia que iria seguir com o mesmo panorama. Mas não foi bem assim. Diminuindo o ritmo, os donos da casa não conseguiram manter-se em seu campo de ataque, dando chances ao time da Chape marcar, mas a bola insistiu em não entrar até o final dos primeiros 45 minutos.

SEGUNDO TEMPO
Com um início de etapa final mais animado, logo aos 4 minutos, o Concórdia abriu o placar. Após boa jogada individual, Moisés tirou o goleiro João Ricardo e fez. 1 a 0.

Tentando não deixar o adversário crescer no jogo, a Chape, aos 13, tratou de empatar. Em boa troca de passes, Aylon arriscou um cruzamento, mas acabou encobrindo o goleiro Eder, marcando um lindo gol. 1 a 1.

Percebendo a animação de seus atletas com a igualdade, Hemerson Maria optou por duas trocas. Ronei e Ari acabaram deixando seus lugares para Yann Rolim e Diego Torres, respectivamente, aumentando a força no meio-campo da Chape.

Sem deixar barato, o técnico Celso Rodrigues respondeu mudando seu esquema inicial também. Aumentando seu poder de ataque, colocou os atacantes Neílson e Léo Itaperuna, na esperança de conquistar a vitória.

No entanto, o confronto pouco mudou após as entradas do atletas, dando a deixa para arbitragem colocar um ponto final na cidade de Concórdia.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

CLIQUE AQUI E SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

Fonte: LANCE!