Belo Horizonte | 26.05.2019 | 12h26 Esportes

Chapecoense encara o Cruzeiro para evitar entrada no Z-4 do Brasileirão

O técnico Ney Franco fez um pouco de mistério em relação ao time que enfrenta o Cruzeiro neste domingo, às 19h, no Independência, em jogo que pode representar a reação da Chapecoense ou queda para a zona de rebaixamento. O time catarinense está na 16ª posição, com quatro pontos em cinco jogos, apenas um a mais do que o Avaí, que joga em casa contra o Ceará, na segunda-feira. Aliás, outros dois times que estão no Z-4 jogam em casa. O Grêmio encara o Atlético-MG e o CSA enfrenta o Goiás.

Tanto a Chapecoense quanto o Cruzeiro acumulam duas derrotas seguidas. A Chape perdeu para o Flamengo (fora) e para o Fortaleza (casa), enquanto a Raposa foi derrotada por Internacional e Fluminense (ambas fora).

Para o zagueiro Gum o mau momento dos dois times aumenta a responsabilidade para todos. Ele acredita que o time mineiro vai querer se recuperar diante da Chapecoense, mas que o Verdão também vai buscar somar pelo menos um ponto.

O técnico Ney Franco vai definir a equipe na véspera do confronto. As chuvas na sexta-feira obrigaram o treinamento em espaço coberto e com gramado sintético reduzido. Com isso, a reta final de preparação foi baseada em exibição de vídeos do adversário e da derrota diante do Fortaleza. Independentemente do Cruzeiro estar em mau momento, o comandante da Chape considera o adversário um dos times mais fortes do Brasil.

- O Cruzeiro tem um dos melhores técnicos do Brasil, ex-Seleção Brasileira e nós temos que focar mais no nosso trabalho do que nos problemas dos outros. Vamos tentar fazer um bom jogo, no nível do que fizemos contra o Internacional - disse o treinador, sobre a única vitória da equipe, o 2 a 0 na estreia do Brasileirão.

O treinador deve fazer três mudanças em relação ao time que iniciou a partida contra o Fortaleza. O zagueiro Douglas e o meia Gustavo Campanharo voltaram de lesão e treinaram no time titular na quinta-feira. Outra mudança foi a entrada do atacante Arthur Gomes no lugar de Régis. O lateral-direito Caique Sá, apesar de não fazer boa estreia, também treinou entre os titulares.

O histórico da Chapecoense contra o Cruzeiro em Minas Gerais é bom: duas vitórias, duas derrotas e um empate em cinco jogos.

FICHA TÉCNICA - Cruzeiro x Chapecoense

CRUZEIRO
Fábio; Egídio, Léo, Dedé e Edílson; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rodriguinho, Pedro Rocha e Fred. Técnico: Mano Menezes.

CHAPECOENSE
Tiepo; Caique Sá, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Campanharo; Arthur Gomes, Rildo e Everaldo. Técnico: Ney Franco

Fonte: NSC total