Chapecó | 10.12.2016 | 07h46 Geral

CHAPECÓ -Vereadores pedem auxílio de entidades para o combate à violência

Sugestão de pauta


No último semestre do ano de 2016, a alta ocorrência nos casos de violência têm chocado a população de Chapecó/SC. O município viveu situações de latrocínio e homicídios, as quais mobilizaram a sociedade e geraram uma sensação de insegurança entre os chapecoenses. Os vereadores Itamar Agnoletto e Marcio Sander, manifestaram-se acerca desse aumento de situações de hostilidade e também de perturbação da ordem pública.

Para os edis, os casos de violência têm crescido no município e, é necessário que o Poder Público e as entidades unam-se, solicitando melhorias nesse sentido junto ao Governo do Estado. “Nós, vereadores, já fizemos inúmeras moções de apelo e demais solicitações, pedindo para que seja aumentado o efetivo policial em Chapecó. Porém, chegamos em um momento onde é necessário nos unirmos em prol desse assunto, que é de maior relevância para todos os chapecoenses”, destaca Itamar.

Um relatório, contemplando todas as ações do Legislativo durante o ano de 2016, visando melhorias na segurança pública, será encaminhado para a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), e Sindicato do Comércio (Sicom), com o objetivo de divulgar as ações dos vereadores nesse sentido e pedir apoio às entidades.

O vereador Marcio Sander defende o trabalho da Polícia Militar do Município. “Não adianta culpar o Comandante do Batalhão ou o Policial Militar. Acompanhamos o trabalho da polícia e temos certeza de que eles estão fazendo o possível com os recursos que têm. É necessário que o efetivo seja ampliado para otimizar seu desempenho”, assinala.

Sander também destaca que, com a chegada do fim de ano, vários criminosos são soltos, para gozar o Indulto de Natal, e os Policiais da região são deslocados para o litoral, na operação veraneio. “Elaboramos um requerimento às autoridades ligadas à segurança pública do Estado de Santa Catarina e também aos Deputados Estaduais do Oeste Catarinense, para que os soldados permaneçam em nosso município, nesse período, e priorizem os pontos turísticos da região. Temos percebido a sensação de insegurança que têm tomado conta da população. As pessoas estão com medo de ficar em pontos de ônibus e parar nos semáforos após as 22 h”, relata.

De acordo com o vereador Itamar, a proposta é para que as entidades contribuam com o Legislativo no sentido de intensificar os pedidos ao Governo do Estado para o aumento de efetivo e viaturas na Região Oeste. “Este é o momento de nos unirmos para buscar esse apoio. Contamos com a efetiva participação da população e das entidades. Juntos, certamente teremos mais voz”, finaliza Itamar.

Atenciosamente,
Susan Boller
Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Chapecó

Fonte: ROBERTO LORENZON

Www.portalaconteceu.com.br