Chapecó | 15.02.2017 | 14h57 Geral

CHAPECÓ - Lideranças do Oeste reforçam nome de Merisio para 2018

Durante posse dos secretários regionais de Chapecó e Xanxerê, classe política regional pediu incisivamente a candidatura do deputado

Eventos políticos normalmente retratam a essência do segmento, seja para reivindicar obras ou para lançar candidaturas. Na manhã de sexta-feira (10) os novos secretários executivos das ADRs de Chapecó, Edegar Giordani (PSD), e de Xanxerê, Ademir Gasparini (PSD), assumiram os cargos pedindo que o deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Gelson Merisio (PSD), seja candidato ao governo do Estado nas eleições de 2018.

Mas não foi só isso. Mais do que o novo secretariado, o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (PSB), fez defesa incisiva sobre a importância do Oeste ter um candidato com viabilidade. Ele acredita que é o momento do Oeste eleger o primeiro governador da história.
“Tivemos uma grande desconexão com o acidente da Chapecoense. Naquele momento, foi inegável que o meu envolvimento era muito grande com aquela equipe, mas aquele acidente não foi em vão, nos deixou alguns recados. Para mim, um sinal muito claro, fiz uma força hercúlea para estar dentro do avião, não bastasse fiz uma força para que o Maninho (Plínio David de Nes) também estivesse. Deus me tirou daquele avião para cumprir uma missão, que assumimos na eleição do ano passado. Para o Maninho de presidir o clube. Tem uma outra figura que fizemos muita força para estar no avião, que é o deputado Gelson Merisio. Qual é o sinal para o Merisio? Para mim o sinal é que deve representar a nossa região, toda a luta da nossa região. É chegada a hora de levarmos as nossas qualidades ao governo do Estado”, afirmou Buligon.

Depois da defesa emblemática do Prefeito de Chapecó, uma sucessão de políticos fez referência à importância da candidatura. “Vim aqui com a vontade e a determinação de fazer parte desse projeto seguindo o que o Prefeito de Chapecó acaba de falar. Quero te dizer Merisio que estarei sempre do teu lado, meu trabalho, minha determinação, minhas ações serão sempre nesse sentido porque sei o que isso representa para o Grande Oeste”, completou Edegar Giordani.

Primeiros passos
Merisio trabalha a articulação política, desde 2014 quando se elegeu pela terceira vez presidente da Assembleia Legislativa, para se viabilizar como candidato ao governo de Santa Catarina nas eleições de 2018. Embora precise ter o nome aprovado dentro do PSD inicialmente, o político começa agora a receber os pedidos na região que o lançou na carreira política, criando ramificações nas demais regiões e demonstrando força política.
Por Audrey Piccini

Fonte: ROBERTO LORENZON