Chapecó | 28.05.2019 | 20h56 Agronegócio

Catarinense vence concurso internacional de sustentabilidade

A The Nature Conservancy (TNC), a maior organização de conservação ambiental do mundo, anuncia os vencedores do concurso "Faço Pela Terra 2019" (Win For Earth 2019). O catarinense Jeison Cechella, de 26 anos, foi o vencedor na categoria Herói da Alimentação Sustentável, com foto que ilustra seu trabalho na Plant - Fazendas Urbanas, que atua no desenvolvimento de hortas e fazendas urbanas em espaços corporativos. A proposta era ilustrar a compra, terceirização, preparo de alimentos locais ou alguma atividade de apoio à agricultura sustentável.

"Eu cresci na zona rural de uma pequena cidade no interior do Brasil e sempre tive interesse em projetos de conscientização e sensibilização ambiental", explica Jeison Cechella, que é engenheiro ambiental e fundador da Plant – Fazendas Urbanas. "A TNC desenvolve um trabalho exemplar de preservação e conservação dos nossos ecossistemas. Isso inspira e motiva as pessoas a agirem a favor de um mundo mais sustentável", finaliza.

A americana Allison Hegan ficou com o prêmio principal, com uma foto de um abraço dado em uma árvore no dia do seu casamento. Outras três categorias foram reconhecidas: Cidadão Zero Emissão, Amante das Árvores e Top da Reciclagem.

O concurso

Idealizado pela TNC em nível global, o "Faço Pela Terra" aceitou fotos e vídeos publicados em posts no Twitter ou Instagram com a hashtag oficial (#WinForEarth). Os interessados que não possuíam contas em redes sociais puderam fazer a inscrição por meio de uma landing page no site da TNC. A edição 2019 do concurso teve como tema ações significativas que ilustrem hábitos em prol da proteção da Terra, ações de redução de carbono e/ou desperdício, ou uma apreciação da natureza. O júri, formado por funcionários da TNC, considerou os seguintes critérios para eleger os vencedores: alinhamento com o tema (40%) criatividade/originalidade (40%) e qualidade visual, composição e/ou narrativa das ações realizadas na fotografia ou vídeo (20%).

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO