Chapecó | 01.03.2017 | 14h13 Polícia

Casal é encontrado morto com marcas de esfaqueamento em Caçador, no Meio-Oeste de SC

Whatsapp image 2018 10 20 at 11.20.46

Um casal foi encontrado morto em uma residência noite desta terça-feira em Caçador, no Meio-Oeste de Santa Catarina. Lilian Pontes, de 36 anos, e José Dinis Bonette, 44, estavam com perfurações de faca pelo corpo. No local, vizinhos contaram aos policiais que foram ouvidos gritos da mulher antes do crime. Segundo a Polícia Civil da cidade, uma investigação já em andamento reforça a tese de que o homem teria matado a esposa e depois se matado.

Na residência do casal, localizada no bairro Gioppo, a PM não encontrou marcas de arrombamento ou objetos furtados. Ainda, segundo os familiares de Lilian, os dois estavam em processo de separação e José não aceitava o fim do relacionamento. Conforme o delegado Marcelo Ricardo Colaço, responsável pela ocorrência, todas as informações dão conta que o homicídio foi seguido de suicídio.

— Constatando todas as evidências, nós adotamos essa linha de raciocínio. Vários fatores influenciaram isso. Os dois estavam muito próximos. Há informações de que o José estava depressivo com a separação. Não há arrombamento e nenhum objeto foi levado — contou Colaço.

No corpo de Lilian, conforme a perícia, dois ferimentos de faca foram encontrados - um nas costas e outro no peito. Já o suspeito do homicídio tinha três cortes no peito. Conforme a família, a professora de canto e o marceneiro tinham dois filhos, mas ambos não estavam na casa no momento do crime.

O Instituto Geral de Perícias (IPG) foi acionado para recolher as provas. A Divisão de Investigação Criminal (DIC) já abriu um inquérito para investigar o caso.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE