Chapecó | 20.12.2017 | 14h12 Política

Câmara de Vereadores arquiva pedido de cassação de Cleidenara Weirich

A vereadora mais votada de Chapecó, Cleidenara Weirich (PSD), foi denunciada no legislativo ainda em agosto e o parlamento analisou a admissibilidade da matéria apenas hoje (20).

Seis vereadores de oposição apresentaram a denúncia, baseados no processo da Manobra de Osler, e precisavam de 11 votos favoráveis para que fosse formada uma comissão para analisar os fatos denunciados.

Dez vereadores, entre oposição e governo, votaram pelo acolhimento da denúncia, outros quatro foram contrários e sete se abstiveram de votar.

A votação foi nominal e os vereadores deveriam votar “sim” para a continuidade da denúncia, “não” para arquivar ou ainda se abster do voto.

Como votaram:
Valmor Scolari (PSD) – absteve
Célio Portela (PSD) – absteve
Adão Teodoro (PR) – absteve
Civaldo Mendes (PSD) – absteve
Dino Dall Rosa (PSB) – não
Orides Antunes (PSD) – não
Carlinhos Nogueira (PSD) – absteve
Alzumir Rossari (PCdoB) – sim
Amarildo de Bairros (PSB) – absteve
Beto Zamprogna (Rede) – sim
Elias dos Santos (PCdoB) – sim
Jenir de Paula (PT) – sim
Miguel de Castro (PT) – sim
Aderbal Pedroso (PSD) – não
Arestide Fidelis (PSB) – sim
Claimar de Conto (PP) - sim
Diego Alves (PP) – sim
Ildo Antonini (DEM) – não
João Marques Rosa (PSB) – sim
Joãozinho Siqueira (PP) – absteve
Valdemir Stobe (PTB) - sim

Fonte: DIARIO DO IGUACU