Chapecó | 29.06.2018 | 20h40 Política

Buligon pede agilidade na liberação de R$ 43 milhões para dar continuidade às obras da Mobilidade Urbana

Em audiência na Caixa Econômica Federal, com o Vice-Presidente de Governo Roberto Barros Barreto e equipe técnica, o prefeito de Chapecó Luciano Buligon pediu agilidade no trâmite dos pedidos de financiamentos para obras no Município. Dois deles estão com os recursos garantidos: R$ 15 milhões para o Elevado da BRF e R$ 28 milhões para obras do Programa de Mobilidade Urbana.

Buligon disse que Chapecó já vinha pleiteando os recursos desde o ano passado, quando encaminhou os projetos, todos aprovados com a garantia dos recursos. No entanto, no final de 2017, o Governo Federal mudou o entendimento de como seria o formato da contratualização, assunto só resolvido em abril deste ano. "A partir de agora vai avançar, e nós, mais uma vez, estamos aqui para dar um impulso aos projetos", enfatizou o prefeito.

No caso das obras do Elevado da BRF, parte dos recursos de R$ 15 milhões, já aprovados no final do ano passado, mas ainda na dependência de liberação, será destinado ao pagamento de indenizações, e parte garantirá a continuidade de serviços e obras físicas necessárias para a conclusão do Elevado. O outro projeto está incluso no Programa Avançar Cidades - Mobilidade Urbana.

De acordo com o prefeito, Chapecó apresentou projetos de R$ 28 milhões destinados à revitalização do terminal urbano de passageiros, no centro da cidade, construção dos dois novos terminais, um na Efapi e outro no Bairro São Cristóvão, primeiras ciclovias e as obras do binário. "Os recursos estão encaminhados. Nunca é demais lembrar que estão calcados no Plano de Mobilidade, desenvolvido pelo LabTrans, da Universidade Federal de Santa Catarina", reforçou.

Depois da audiência em Brasília, a expectativa do prefeito Luciano Buligon é que os recursos sejam liberados durante este ano, respeitando-se o hiato decorrente das restrições legais por conta do período eleitoral.

Fonte: PREFEITURA DE CHAPECÓ