Chapecó | 11.01.2018 | 13h51 Geral

Bebê nasce com 6,1 kg e 'perde chá de fralda' em SC

Bebê nasce com 6,1 kg e 'perde chá de fralda' em SC.

Lorenzo Arnold tem tamanho de bebê de 5 meses.

As roupinhas de recém-nascido que a costureira Simone de Lima, de 31 anos, ganhou para o filho Lorenzo nunca poderão ser usadas. O garoto nasceu na última sexta-feira (5) com o tamanho de um bebê de até cinco meses, com 6,130 quilos e 53 centímetros de comprimento. No caminho para a vacinação da criança, ela chegou a ser abordada por moradores de Itapiranga, no Oeste catarinense, que a questionaram: “é ele o bebê gigante?”.

“Sim, ele é, de fato, bem grande. Fiz chá de fralda, ganhei vários presentes, que agora não servem”, contou a mãe. “Minha barriga ficou muito grande, muitos me perguntavam: ‘será que não tem dois aí dentro?’. O médico disse que eu carregava cerca de 8 quilos na barriga. Na hora do parto, eles tomaram um banho”.

Maior bebê em 49 anos

Lorenzo nasceu de 40 semanas e, de acordo com Simone, a expectativa era de que pesasse no máximo 5 quilos. “Na última ultrassom, ele pesava 4,545 quilos. O correto seria que ele tivesse nascido de 38 semanas, como passou do prazo, acabou pesando mais. O médico disse que em 49 anos de profissão, meu filho é o maior bebê que ele ajudou a trazer ao mundo", relatou.

Segundo o cardiologista pediátrico Tito Baião, o esperado é que os bebês nasçam com cerca de 3,300 quilos. "Nos primeiros três meses, eles ganham 2,1 quilos e no segundo trimestre mais 1, 8 quilo". Assim, com 6,130 quilos, Lorenzo tem o peso de um bebê de até cinco meses, conforme o médico.

A mãe contou que o médico atribuiu ao diabetes gestacional o tamanho de Lorenzo. "Ele explicou que a glicose foi toda para o bebê, por isso ficou grande. Agora, minha diabetes está controlada".
Mãe de Vinícius, de 14 anos, Lucas, 11, e Isabelly, 4 , Simone disse que todos os filhos nasceram grandes, com peso entre 4,1 e 4,35 quilos. Conforme a mãe, Lorenzo nasceu com a glicose baixa, e precisou receber soro de sexta a domingo (7) até estabilizar o nível de açúcar. Na segunda, ele e a mãe puderam ir para casa.

"Agora, só mama e dorme. Ele é um bebê muito tranquilo, que está muito bem de saúde", comemorou.

Fonte: WH3