Chapecó | 27.12.2019 | 04h09 Mundo

Avião com quase 100 pessoas a bordo cai no Cazaquistão, matando pelo menos 15

Pelo menos 15 pessoas morreram depois que um avião com 93 passageiros e cinco tripulantes caiu pouco depois da decolagem perto da cidade de Almaty, no Cazaquistão, na manhã de sexta-feira.

O avião "perdeu altitude após a decolagem e rompeu uma cerca de concreto", antes de colidir com um prédio de dois andares às 7h22 da manhã, horário local, segundo a autoridade do aeroporto de Almaty.
O voo Z2100, uma aeronave Fokker 100 operada pela companhia aérea Bek Air, com base no Cazaquistão, estava programada para voar de Almaty, a maior cidade do país, para a capital Nur-Sultan.

A mídia nacional cazaque, citando o departamento de saúde pública de Almaty, disse que pelo menos 15 pessoas foram mortas no acidente e 50 pessoas, incluindo pelo menos seis crianças, foram levadas a hospitais próximos para tratamento com vários graus de lesões. Em comunicado separado, a autoridade aeroportuária de Almaty disse que pelo menos 17 pessoas hospitalizadas estavam em "condições extremamente graves".

O vôo levava 93 passageiros e cinco tripulantes, segundo dados preliminares, informou a autoridade aeroportuária, corrigindo uma declaração anterior de que 95 passageiros e cinco tripulantes estavam a bordo.

Dados fornecidos por Flightradar24 indicaram que o avião caiu 19 segundos após a decolagem, a aproximadamente 5 quilômetros (3,1 milhas) do aeroporto. Vídeos e imagens do local do acidente perto da vila de Kyzyl Tu mostram o avião danificado quebrado em várias partes, com o nariz embutido em uma pequena casa parcialmente desabada.

No entanto, partes da fuselagem pareciam relativamente intactas, aumentando a esperança de que muitas das pessoas a bordo tivessem sobrevivido ao impacto inicial.

Fonte: CNN.COM