Brusque | 07.07.2018 | 17h00 Esportes

Após boas campanhas, técnico Pingo aguarda definição do Brusque

A diretoria do Brusque já começa a pensar na Copa Santa Catarina, competição da qual é a atual vice-campeã e que tem início previsto para setembro. Nos próximos dias, deverá se reunir com técnico Pingo, que realizou boa campanha no Campeonato Catarinense e levou o time à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D.

O treinador chegou para ter sua terceira passagem no Brusque na quarta rodada do Estadual, quando a equipe estava na zona do rebaixamento. Com uma grande campanha de recuperação, levou o Bruscão à sétima posição: foram 15 jogos, com quatro vitórias, sete empates e quatro derrotas. Na Série D, foram oito jogos - quatro vitórias e quatro derrotas.

“Acho que o objetivo no Estadual foi alcançado, que era continuar na elite. No Brasileiro da Série D, realizamos uma boa campanha, mas poderíamos ter avançado. Fizemos dois grandes jogos com Tubarão, mas fomos eliminados nas quartas e nos pênaltis”, disse o treinador.

HISTÓRIA

A relação do treinador com clube vem desde 2013, quando assumiu pela primeira vez o Brusque para a temporada 2014. Realizou ótima campanha no primeiro turno do Estadual, e seu ótimo trabalho fez com que Avaí o contratasse. Pingo, então, livrou o Leão da Ilha do rebaixamento no Catarinense. Em 2017, levou o Brusque à quarta posição e foi eleito o terceiro melhor treinador da competição.

FALA, PROFESSOR

“Tenho uma bela história no clube, sempre tiveram um grande respeito pelo meu trabalho. Vamos aguardar para podermos analisar qual pensamento da diretoria visando o resto da temporada”, disse Pingo.

QUEM É?

Pingo jogou por grandes clubes do futebol brasileiro e conquistou títulos por onde passou, iniciou a carreira no Joinville-SC e depois jogou no Botafogo-RJ, Flamengo-RJ, Grêmio-RS, Cruzeiro-MG, Corinthians, Paraná Clube, Atlético Paranaense, Sporting Cristal, do Peru, Vitória-BA, encerrou sua carreira no Atlético de Ibirama-SC, em 2006. Como técnico, começou em 2010, dirigindo o Jaraguá-SC. De lá pra cá, passou por Caxias-SC, Juventus-SC, Avaí, Metropolitano-SC, Tombense-MG e Joinville, além de três passagens pelo Brusque-SC.

Fonte: Futebol Interior