Chapecó | 08.04.2018 | 21h50 Geral

Antes de ser preso, Lula afirma que Moro tem mente doentia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Lava Jato, afirmou em vídeo que o juiz federal Sérgio Moro, que decretou a ordem de prisão na quinta-feira, 05, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, possui uma "mente doentia". A gravação, um diálogo com o Frei Beto, foi publicada neste domingo, 8, às 11h33 na página do petista no Facebook. O vídeo foi produzido na sexta-feira, antes de o ex-presidente se entregar à Polícia Federal em São Bernardo do Campo.

No trecho, Lula compara as duas vezes em que foi preso (neste sábado e em 1980) e comenta a participação do Frei Beto em ambas ocasiões. Mais uma vez, o petista afirmou que sua prisão é um "sonho de consumo" para Moro e para a Rede Globo. Para ele, sua ordem de prisão foi motivada por "vaidade pessoal" do juiz.

"Outra vez se o Beto passar aqui hoje, quem sabe quando o Beto chegar em Petrópolis já vou estar salvo aqui porque eu acho que deve acontecer alguma coisa, juridicamente, para que essa alucinação, essa doença, sabe... que é uma mente doentia do Moro... Eu fui prestar depoimento pra uma mente doentia. É uma obsessão em que a mentira não tem limite", afirmou.

O ex-presidente disse ainda que tem como recorrer da prisão e que seus advogados entrarão nesta segunda-feira, 9, com o embargo dos embargos - recurso em que se busca esclarecer uma omissão ou contradição de uma decisão. Ele disse também que aguarda alguma decisão jurídica e que espera estar junto do povo na semana que vem.

"Estou leve, com a consciência tranquila de que pode demorar um pouco, mas vamos vencer essa batalha... Quem sabe, se Deus quiser, semana que vem estaremos juntos", declarou Lula. Informações: DC.

Fonte: PORTAL ACONTECEU