Chapecó | 16.11.2018 | 17h30 Esportes

Amistoso: Brasil enfrenta o Uruguai daqui a pouco

Ciente da dificuldade que encontrará no amistoso contra o Uruguai, o técnico Tite optou por não dar armas ao adversário e não divulgou a escalação da Seleção Brasileira na véspera da partida. Os 11 titulares só serão conhecidos instantes antes do confronto, marcado para as 20 horas (18 horas de Brasília) desta sexta-feira (16), no Estádio do Arsenal.

- Há uma série de modificações e a equipe acaba oscilando em termos técnicos e táticos. Se joga o Arthur, ou com Paulinho ou com Renato são características diferentes, que se ajustam diferente. Não vou facilitar e quero potencializar o que pode ser surpresa - explicou.

Nesta quinta-feira (15), na coletiva de imprensa após o treinamento no CT do Arsenal, o único nome que Tite garantiu entre os titulares foi o de Walace, meia do Hannover que está acostumado a desempenhar o mesmo papel de Casemiro.

- Walace vai jogar porque é o jogador convocado para essa função e tem nossa confiança - definiu.

Do lado do Uruguai, já é sabido que alguns nomes importantes não estarão em campo. Isso porque tiveram de ser cortados da lista inicial por conta de lesão, São os casos de Godín, Giménez, Coates, Gastón Silva, Cabaco, Fernando Muslera, Marcelo Saracchi e Christhian Stuani. Nada que deixe o técnico Tite mais tranquilo.

- É uma seleção forte no seu conjunto. E se eu fosse brincar perguntaria se não dá para tirar o Cavani e o Suárez também. É um momento do Tabárez, assim como nosso, de dar oportunidades a alguns atletas - brincou Tite, ressaltando a qualidade e o poderio ofensivo da dupla de ataque uruguaia.

Fonte: CBF