Itá | 04.03.2019 | 15h26 Polícia

Advogado é detido em Itá por desacato, ameaça e crime de injúria

Um crime de ameaça, perturbação do trabalho ou sossego alheio, injúria qualificada pelo preconceito e desacato foi registrado por volta das 7h00 desta segunda-feira, dia 04, na rua 38, bairro Mirante, em Itá.

A Guarnição da Policial Militar (PM) foi acionada via 190 para se deslocar ao Hospital São Pedro, onde um homem de iniciais M.F.B. estava perturbando e fazendo ameaças.

Chegando ao local o autor foi ao encontro da guarnição, completamente transtornado, aos gritos e com sinais de embriaguez, segundo a Polícia Militar. Ao ser repreendido, o mesmo relatou que era advogado e que não havia lei que proibia tal fato.

Em tom arrogante e agressivo, segundo os policiais, o advogado teria desacatado a PM, sendo neste momento algemado.

A solicitante relatou que outro homem identificado como C. V. C.D.S., deu entrada no hospital com dores no braço esquerdo e que o acompanhante, M.F.B., o suposto advogado, a ameaçou com tom de voz alterada e de forma agressiva, forçou a entrada no hospital e, como não teve permissão, cuspiu no vidro da recepção em direção a atendente, ainda o mesmo forçou a porta de acesso aos pacientes.

M.F.B. foi conduzido à Delegacia de Policia Civil de Concórdia para procedimentos cabíveis. O advogado seria do Rio Grande do Sul.

Fonte: RÁDIO BELOS FM