Chapecó | 01.04.2020 | 00h30 Entretenimento

1º de abril: saiba como surgiu o Dia da Mentira

Existem muitas explicações sobre a origem do Dia da Mentira, mas a história mais conhecida remonta ao século XVI. Na época, a chegada do Ano Novo era comemorada durante uma semana, do dia 25 de março ao dia 1º de abril.

Contudo, em 1564, o rei da França Carlos IX instituiu um novo calendário, que ficou conhecido como calendário gregoriano. A partir desse momento o Ano Novo passou a ser celebrado no dia 1º de janeiro. Mas, muitas pessoas demoraram para se acostumar com a mudança e continuaram a comemorar a data no começo de abril.

Aqueles que sabiam que o calendário havia mudado passaram a zombar dos que resistiam à troca da data, com todo tipo de brincadeira. Chamados de “bobos de abril”, costumavam receber convites falsos para festas de Ano Novo e presentes inusitados no dia 1ª de abril.

Da França, a mania de pregar peças neste dia percorreu o mundo todo e dura até hoje. No Brasil, um dos casos mais famosos aconteceu em 1848. Um jornal chamado sugestivamente de A Mentira noticiou o falecimento do então imperador do Brasil Dom Pedro II. O periódico teve que desmentir o fato dois dias depois da publicação, alegando que era apenas uma brincadeira do dia 1º de abril. Na verdade, Dom Pedro II só morreu em 1891, na França.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

CLIQUE AQUI E SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

Fonte: VEJA